Synonyms Index

abhyahanyanta — foram soados simultaneamente — VERSO 13
abuddhayaḥ — pessoas menos inteligentes — VERSO 24
ācāryāḥ — mestres — VERSOS 32-35
acchedyaḥ — inquebrável — VERSO 24
acintyaḥ — inconcebível — VERSO 25
adāhyaḥ — incombustível — VERSO 24
āḍhyaḥ — rico — VERSOS 13-15
ādityāḥ — os Ādityas — VERSO 22
ākhyāhi — explique, por favor — VERSO 31
akledyaḥ — insolúvel — VERSO 24
akriyaḥ — sem dever — VERSO 1
akṣayaḥ — eterno — VERSO 33
alpa-buddhayaḥ — os menos inteligentes — VERSO 9
ananyāḥ — não tendo outro objetivo — VERSO 22
anasūyaḥ — não invejoso — VERSO 71
anityāḥ — não permanentes — VERSO 14
anyaḥ — o outro — VERSO 31
anyaḥ — outra — VERSO 20
anyebhyaḥ — de outros — VERSO 26
apātrebhyaḥ — a pessoas indignas — VERSO 22
apriyaḥ — e ao indesejável — VERSOS 22-25
asaṁśayaḥ — sem dúvida — VERSO 7, VERSO 68
aśoṣyah — que não se pode secar — VERSO 24
ātma-vibhūtayaḥ — opulências pessoais — VERSO 19
avadhyaḥ — não pode ser morto — VERSO 30
avikāryaḥ — imutável — VERSO 25
avyayaḥ — inesgotável — VERSO 18, VERSO 32, VERSO 17
bheryaḥ — grandes tambores — VERSO 13
bhūta-ijyāḥ — adoradores de fantasmas e espíritos — VERSO 25
bhūyaḥ — ou está de novo vindo a ser — VERSO 20
bhūyaḥ — novamente — VERSO 43, VERSO 1, VERSO 35, VERSO 24, VERSO 1
bhūyaḥ — além disso — VERSO 2
bhūyaḥ — de novo — VERSO 18, VERSO 50, VERSOS 3-4, VERSO 64
bhūyaḥ — outra vez — VERSO 39
buddhayaḥ — inteligência — VERSO 41
cintyaḥ asi — Você deve ser lembrado — VERSO 17
dhanam-jayaḥ — Dhanañjaya (Arjuna, o conquistador de riquezas) — VERSO 15
dhanañjayaḥ — Arjuna — VERSO 37, VERSO 14
divyāḥ — divinas — VERSO 16, VERSO 19
draupadeyāḥ — os filhos de Draupadī — VERSO 6, VERSOS 16-18
dṛḍha-niścayaḥ — com determinação — VERSOS 13-14
ebhyaḥ — a estes semideuses — VERSO 12
ebhyaḥ — acima desses — VERSO 13
garīyaḥ — melhor — VERSO 6
guṇebhyaḥ — do que as qualidades — VERSO 19
guṇebhyaḥ — aos modos da natureza — VERSO 19
himālayaḥ — as montanhas Himalaias — VERSO 25
hṛdyāḥ — agradáveis para o coração — VERSO 8
indriya-arthebhyaḥ — dos objetos dos sentidos — VERSO 58, VERSO 68