New version available here: vedabase.io

VERSO 9

atha cittaṁ samādhātuṁ
na śaknoṣi mayi sthiram
abhyāsa-yogena tato
mām icchāptuṁ dhanañjaya
Palavra por palavra: 
atha — se, portanto; cittam — mente; samādhātum — fixar; na — não; śaknoṣi — você é capaz; mayi — em Mim; sthiram — constantemente; abhyāsa-yogena — pela prática do serviço devocional; tataḥ — então; mām — a Mim; icchā — desejo; āptum — conseguir; dhanam-jaya — ó conquistador de riquezas, Arjuna .
Tradução: 
Meu querido Arjuna, ó conquistador de riquezas, se você não pode fixar sua mente em Mim sem se desviar, então, siga os princípios reguladores que fazem parte da bhakti-yoga. Desenvolva deste modo um desejo de Me alcançar.
Significado: 

SIGNIFICADO Neste verso, são indicados dois processos diferentes de bhakti-yoga. O primeiro aplica-se a alguém que, por meio do amor transcendental, desenvolveu verdadeiro apego a Kṛṣṇa, a Suprema Personalidade de Deus. E o outro é para alguém que não desenvolveu apego à Pessoa Suprema por meio do amor transcendental. Para esta segunda classe, há diferentes regras e regulações prescritas que o devoto pode seguir para enfim atingir a posição em que se tem apego a Kṛṣṇa.

Bhakti-yoga é a purificação dos sentidos. Atualmente, na existência material, os sentidos estão sempre impuros, pois estão ocupados no gozo dos sentidos. Porém, pela prática da bhakti-yoga, estes sentidos podem purificar-se, e no estado purificado, eles podem entrar em contato direto com o Senhor Supremo. Nesta existência material, talvez eu me ocupe no serviço a um patrão, mas não o sirva com verdadeiro amor. Eu o sirvo apenas para conseguir algum dinheiro. E tampouco o patrão tem algum amor, ele recebe meu serviço e me paga. Logo, o amor está fora de cogitação. Mas quanto à vida espiritual, o devoto deve elevar-se ao nível de amor puro. Este nível de amor pode ser conseguido através da prática do serviço devocional, executado com os sentidos atuais.

Este amor a Deus agora está latente no coração de todos, onde se manifesta de diferentes maneiras, porém, contaminado pela associação material. Por isso, o coração tem que purificar-se da associação material, e o amor natural por Kṛṣṇa, que está latente, tem que ser revivido. Este é todo o processo.

Para praticar os princípios reguladores que fazem parte da bhakti-yoga, o devoto deve, sob a orientação de um mestre espiritual experiente, seguir certas regras: ele deve levantar-se de manhã bem cedo, tomar banho, entrar no templo, oferecer orações e cantar Hare Kṛṣṇa, depois colher flores para oferecer à Deidade, cozinhar alimentos para oferecer à Deidade, tomar prasādam e assim por diante. Há várias regras e regulações que ele deve seguir. E deve ouvir constantemente o Bhagavad-gītā e o Śrīmad-Bhāgavatam sendo falados por devotos puros. Esta prática pode ajudar qualquer um a elevar-se ao nível de amor a Deus, e assim assegurá-lo de que está progredindo rumo ao reino espiritual de Deus. Esta prática de bhakti-yoga, sob regras e regulações, e com a direção de um mestre espiritual, certamente o levará ao nível de amor a Deus.